Viajar | passear | ecoturismo, destino Gerês

Gerês

Dentro de pouco parto para uma escapada. Passear pelo território , viajar ao ritmo dos sons da natureza da serra do Gerês. Pernoite de eleição. Um ecoturismo , não um qualquer. Um que dê garantias de sossego, tranquilidade e sobretudo que nos dê a sensação de estarmos em comunhão com a natureza do Gerês .
Amantes de caminhadas serranas e passeios por ecovias e passadiços, selecionamos o Gerês para esta curta viagem de dois dias.
Nos preparativos tivemos em conta o calçado e a roupa cómoda para as nossa caminhadas dentro do Parque Nacional e o facto de estarmos a somente 50 minutos do Parque nacional, mas não menos importante foi o trabalho feito na pesquisa por um Ecoturismo que se enquadre com as regras ambientais. Pois não podemos nos esquecer que vamos estar inseridos no único Parque Nacional existente em Portugal, o da Peneda-Gerês. E que devemos ter cuidado com a preservação dos seus habitantes e meio ambiente.
Viajar e divertir por locais que nos façam esquecer o reboliço do quotidiano, não excedendo 1 hora de carro, de forma a diminuir a pegada ecológica …. e aí temos o nosso território de eleição , o Gerês e a Quinta Lamosa Ecoturismo. Com os seus trilhos e caminhadas, sossego e bem estar. Tudo num território, tudo num só espaço.
O facto de a Quinta Lamosa Ecoturismo, estar junto aos passadiços da aldeia de Sistelo ou “ Tibete Português “, como carinhosamente é muitas vezes referenciado pela imprensa portuguesa, sem dúvida que foi importante para a nossa tomada de decisão para nela estabelecermos a nossa base logística para todo o fim de semana, está pois somente a 10 minutos do Tibete Português / Sistelo.
Sistelo, aldeia serrana do concelho de Arcos Valdevez, denominada por Tibete Português motivada pela construção de socalcos direccionados para a plantação de milho. Tão rica cultura para as gentes locais que servia em outros tempos de moeda de troca nos dias da feira do concelho.
Tínhamos os ingredientes, para passar o fim de semana a passear pela Ecovia ou passadiços de Sistelo ao longo do Rio Vez enquanto os mais aventureiros escolheram os trilhos de meia montanha de Sistelo para passear, um só local várias possibilidades de trilhos e passeios. De referir que estávamos com temperaturas de Inverno 8*C , a Tasca de Sistelo deu-nos no fim deste dia a possibilidade de um reconfortante café quente….. e uma fino que embora em tempo frio soube pela vida.
É hora de regressar a casa, como dizer ao Ecoturismo da Quinta Lamosa, acender a lareira, prepara a mesa e depois de um banho quente e esperar, sim , esperar que o jantar encomendado chegue à mesa.Foi um cabrito no forno o repasto escolhido. Agora de barriga reconfortada começamos por falar do divertimento do dia ao longo dos 20 km dos passadiços ver as Selfies tiradas e actualizar as redes sociais. Uffa…!

Dia longo este. Mas que vai levar a um sono tranquilo e a um dia igualmente divertido o de amanhã, pena é que já se sente o regresso a casa. Mas se assim não fosse não seria uma Escapadinha, mas antes uma Escapadela ao Gerês.

Share This
%d bloggers like this: